A Música, a Poesia e a Pintura

A música é talvez a arte mais universal, porque acessível a (quase) todos. Por isso, outras manifestações artísticas, tais como a poesia e a pintura, recorrem a ela.

Em jeito de intervalo, ficam o poema de Vasco Graça Moura e a tela de Marc Chagall. 

Ficam também os votos de um dia feliz!

IA

the-concert-1957

o suporte da música 

o suporte da música pode ser a relação
entre um homem e uma mulher, a pauta
dos seus gestos tocando-se, ou dos seus
olhares encontrando-se, ou das suas

vogais adivinhando-se abertas e recíprocas,
ou dos seus obscuros sinais de entendimento,
crescendo como trepadeiras entre eles.
o suporte da música pode ser uma apetência

dos seus ouvidos e do olfacto, de tudo o que se
ramifica entre os timbres, os perfumes,
mas é também um ritmo interior, uma parcela
do cosmos, e eles sabem-no, perpassando

por uns frágeis momentos, concentrado
num ponto minúsculo, intensamente luminoso,
que a música, desvendando-se, desdobra,
entre conhecimento e cúmplice harmonia.

Vasco Graça Moura, in “Antologia dos Sessenta Anos” 

 

Anúncios

Apresentação e Boas-Vindas

Sejam bem-vindos a este paraíso!

Nós somos dezassete jovens, curiosos e irreverentes, como todos os adolescentes, e estudamos na ESG (Escola Secundária de Gondomar), na turma 13 do 12º ano (2014/15). Somos alunos do  ensino profissional, do curso Técnico de Análise Laboratorial.

Este é o nosso cantinho virtual. A nossa aula de Português online. Aqui vivem diversas aprendizagens. Aquelas que nos vão fazendo (re)descobrir o mundo. Aquelas que podem melhorá-lo… Por isso, aqui é também um pedacinho do paraíso.

E a primeira tarefa, proposta pela nossa professora, relaciona-se com um texto dramático – Felizmente há luar, de Luís Sttau Monteiro.

Boas viagens!

os alunos do 12º 13

Felizmente há luar (1)

6018056

A obra de Luís Sttau Monteiro não só permanece viva no programa de Português do Ensino Secundário (por mais um ano letivo, é certo), mas também afirma a sua atualidade no mundo ocidental, em que aparentemente as ditaduras caíram.

Convidados a partilharem os seus gostos e as suas preocupações, os alunos da turma 13 do 12º ano (2014-15) da ESG trouxeram para a aula uma canção de intervenção. Sobre ela falaram, com ela se emocionaram e comprovaram a atualidade da mensagem da obra. Lembraram Matilde de Melo, companheira do General Gomes Freire de Andrade, um alvo a abater por aqueles que (ab)usam (d)o poder.

Vamos então ver o que eles escolheram e por que razão.

IA