Felizmente há luar (3)

Prosseguindo com as seleções musicais dos alunos…

Bob Marley, Redemption Song

Old pirates, yes, they rob I
Sold I to the merchant ships
Minutes after they took I
From the bottomless pit
But my hand was made strong
By the hand of the Almighty
We forward in this generation
Triumphantly

Won’t you help to sing
These songs of freedom?
‘Cause all I ever have:
Redemption songs
Redemption songs

Emancipate yourselves from mental slavery
None but ourselves can free our minds
Have no fear for atomic energy
‘Cause none of them can stop the time
How long shall they kill our prophets
While we stand aside and look?
Some say it’s just a part of it
We’ve got to fulfill the Book

Won’t you help to sing
These songs of freedom?
‘Cause all I ever have
Redemption songs
Redemption songs
Redemption songs

A Redemption Song do grande e único Bob Marley, o Rei do Reggae, foi  a minha escolha para a apresentação oral, por vários motivos. Em primeiro lugar,  porque Marley é um dos meus cantores preferidos; em segundo, porque a canção foi uma das últimas a ser criada, antes de o compositor jamaicano nos deixar; e, em terceiro lugar, porque achei que alguns dos versos denunciavam uma realidade social, ainda atual.

Também porque se pode estabelecer um paralelismo com Felizmente Há luar, uma vez que o tema musical também denuncia a opressão de um povo que foi escravizado no passado e continua a sê-lo mentalmente no presente. Este facto comprova-se nos quatro primeiros versos da primeira estrofe e no primeiro da terceira (assinalados a bold na letra da canção).

Foi, para mim, um momento emocionante passar o meu Bob na aula de Português! Acho que os meus colegas gostaram…

Ana Sofia, nº 4

Sam the kid, Sofia

Advertência

A letra do tema “Sofia” do rapper Sam the Kid está presente no videoclipe e contém expressões em gíria, calão e linguagem de natureza sexual explícita. Tudo bem: a linguagem está ao serviço da mensagem. Também contém diversos erros linguísticos que foram detetados por nós, pelos colegas e pela professora, quando fizemos a apresentação oral.  É pena, porque Sam the Kid merecia ser tratado com mais cuidado!

Quando a stora pediu que escolhêssemos uma canção de que gostássemos e que denunciasse uma realidade social atual, pensámos logo na “Sofia”. Talvez também porque somos adolescentes. A canção é longa e narra a história de um jovem que se envolve com Sofia, nascendo dessa relação uma criança não planeada. O tema é a gravidez na adolescência, um mal do nosso tempo.

Mas a canção é mais do que isso. Ela propõe uma outra reflexão: até que ponto temos razão em nos queixar das nossas escolhas? Afinal, por mais que a nossa realidade não nos agrade, a verdade é que, se tivéssemos escolhido outro caminho, poderíamos encontrar outros problemas, certamente bem mais graves. Como é o caso.

Que relação com Felizmente Há Luar?

Talvez os versos que a canção pediu emprestados a um texto que não conseguimos identificar e ditos por (parece) Mário Viegas respondam a esta questão.

“Cada um é alvo incessante das suas influências, sabes? / E entre as influências há as boas e más, negativas / e positivas”

Poderiam Manuel e os restantes populares acreditar na mudança, se o General Gomes Freire, a única esperança (a influência positiva), lhes foi roubado pelos Governadores do Reino?

Foi mesmo muito bom ouvir (mais uma vez) Sam The Kid!

 Inês, nº 9 e João, nº 10

Anúncios

Publicado por

isauraafonseca

Professora do Ensino Secundário - Português

3 opiniões sobre “Felizmente há luar (3)”

  1. Estas foram as músicas/apresentações de que mais gostei! 😀
    O que me chamou mais atenção foi o facto de ambas as canções transmitirem uma mensagem importante.
    Muitos parabéns à Sofia, ao João e à Inês. Continuem com esses gostos musicais!

    Beijinhos,
    Soraia.

    Gostar

  2. Ana Sofia,

    Bob Marley na aula de Português! Confesso que, quando vos disse que a vossa escolha musical podia não ser em português, não estava à espera do rei do Reggae, mas sim de “coisa” mais recente. Foi um momento muito bonito e emocionante, principalmente pela tua emoção, difícil de conter! Estiveste muito bem! Apanhaste muito bem as ideias do poema do cantor jamaicano e articulaste-as com a obra de Sttau Monteiro. É uma canção de redenção, de facto! As dimensões social e espiritual do ser humano estão bem patentes neste tema e tu fizeste pontes com a atualidade e o início do século XIX.
    Muito obrigada pela tua sugestão e pelo momento proporcionado em aula!
    IA

    Inês e João (a quem chamo, por engano, Pedro! Por que razão será?),
    A vossa canção é talvez a escolha mais polémica, mas vocês souberam defendê-la com garra e de modo pertinente.
    De facto, relacionar esta “Sofia” com “Felizmente há luar” é quase missão impossível, mas vocês “deram bem a volta à coisa”!… E, na vossa apresentação oral, estiveram tão expressivos!…
    Parabéns!
    IA

    PS: Efetivamente, é pena os erros linguísticos que surgem nas “rimas”. Mas até esse lapso se tornou didático, porque vocês e os vossos colegas detetaram-nos e corrigiram-nos!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s