Celebrando a Vida

Dois poemas para começar a semana…

A vida é um milagre.

Cada flor

com sua forma, sua cor, seu aroma,

cada flor é um milagre.

Cada pássaro

com sua plumagem, seu canto, seu voo,

cada pássaro é um milagre.

O espaço, infinito,

o espaço é um milagre.

O tempo, infinito,

o tempo é um milagre.

A memória é um milagre.

A consciência é um milagre.

Tudo é um milagre.

 Manuel Bandeira

Continuação de boas férias (eu cá estou entretida com os “meus” exames)!

IA

Anúncios

Publicado por

isauraafonseca

Professora do Ensino Secundário - Português

3 opiniões sobre “Celebrando a Vida”

  1. «“Ó caracol, / Escala o Monte Fuji, / Mas devagar, devagar!”. Abrimos com este famoso poema japonês (haiku), de Issa, pela esperança de cumprir um devir”.
    E como, de facto, as palavras, ainda que breves, também podem ser um milagre, envio-te as primeiras linhas do “Expresso Curto” de hoje, jornal online que, através da Cecília, recebo diariamente.
    Cumpramos todos, então, “um devir”. Ainda que “devagar, devagar”!
    Beijinho
    Dolores

    Gostar

    1. Sofia, minha linda Sofia, que contente fiquei com esse teu beijinho!
      Espero que o teu estágio esteja a correr bem. Mesmo muito bem!

      beijinho grande para ti, também!

      E a ti, Dolores, muito te agradeço também o caracolito em haiku. Parece-se comigo a corrigir exames: devagarinho, bem devagarinho… 🙂

      beijinho grande para ti, também, e boas correções!
      Isaura

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s