“Sermão de Santo António” – Fragmentos textuais 2

“O polvo é a última criatura marinha a ser criticada no capítulo V do Sermão de Santo António. Este “peixe” tem a capacidade de simular a brandura e a mansidão; contudo, debaixo desta aparência serena é “o maior traidor do mar”. O polvo engana os outros peixes com malícia e mentira, caçando-os mais facilmente, acabando por ser falso, hipócrita e traiçoeiro. Podemos afirmar que o polvo simboliza todos aqueles homens que, por interesse, se aproximam dos outros dissimulando ajuda e servidão para, mais tarde, os atraiçoar e, se for o caso, se apoderarem dos seus bens.

Com tudo isto, podemos constatar a forma metafórica como padre António Vieira retrata, no século XVII, a humanidade e que a sua visão sobre ela permanece atual.”

Inês Peixoto

 

“É bem certo o provérbio “Quem a boa árvore se encosta, boa sombra o acolhe!” E, quando aplicado, por contraste, ao Pegador, o adágio popular cabe na perfeição, pois este peixinho, ao pegar-se (ao colar-se) aos peixes maiores, fica na sua sombra, correndo o risco de perder a sua identidade. Se pensarmos nos homens, o parasitismo implica também a perda do prestígio que se pode ter quando alguém se cola a um homem poderoso. Alguns filhos são assim: não conseguem viver por si próprios e mantêm-se “colados” aos pais.”

Maria Rocha 

 

“O Torpedo é um peixe cheio de virtudes: apesar de pequeno, com a sua energia/força de vontade, faz temer o braço ao pescador, impedindo-o de pescar. Com este peixe, padre António Vieira faz uma crítica aos pregadores que não conseguem pregar aos homens a verdadeira doutrina cristã, a verdadeira fé, o verdadeiro caminho, pois pregam o bem, mas praticam o mal. Assim, os homens preferem imitar o que eles veem no pregador e não o que ele diz, ou seja, a  pregação do último não  faz tremer os primeiros.”

Joana Rodrigues

 

“O Quatro-Olhos, o peixe virtuoso que escolhi para este trabalho, é referido no capítulo III do Sermão de Santo António. É um peixe pequeno, quanto ao seu tamanho, mas grande em força e em poder. Os seus quatro olhos permitem-lhe vigiar os inimigos do mar, os peixes, (com os dois olhos que estão virados para baixo) e os do céu, as aves, (com os outros que estão virados para cima). Assim sendo, com os olhos inferiores, acautela-se do inferno e, com os superiores, deve procurar o paraíso, que o elemento céu simboliza.

Este peixe representa a fé e o uso da razão, transmitindo assim a seguinte mensagem: “o cristão tem o dever   de afastar os olhos da vaidade terrena, olhando para o céu e não esquecendo o inferno. Deste modo, o Quatro-Olhos tem a opção de praticar o bem (olhando diretamente para cima) ou o mal (olhando diretamente para baixo).”

Inês Santos

 

“O provérbio que melhor combina com o polvo é “Com papas e bolos se enganam os tolos.”. Este adágio identifica-se muito com este ser, porque ele parece ser o que não é, tem um efeito camaleão, adaptando-se a qualquer ambiente e camuflando-se. Com esse estratagema, engana as suas vítimas, que se aproximam, sendo atacadas. (…) É pior que Judas, que traiu Cristo às claras. O Polvo trai às escuras, com as suas emboscadas.

É comparado com muitos homens “grandes” (poderosos), porque é parecido com eles, mas é comparado, por contraste, com Santo António, porque é o contrário dele: é o maior exemplo de conduta, de verdade e sinceridade, pois nunca houve mentira no santo.”

Ana Beatriz

 

Não eram só os peixes que ouviam
António e veneravam atentamente a palavra de Deus…

Esta mula (ou burrico), segundo reza a lenda,  fez o mesmo na região de Toulouse, França.

 

                                                               IA

Anúncios

Publicado por

isauraafonseca

Professora do Ensino Secundário - Português

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s