Ainda Caeiro e uma ficha de compreensão do oral escondida num comentário

Recupero aqui um comentário ao artigo intitulado “Alberto Caeiro – poemas (possíveis) para uma oral feliz”, que continha registo audiovisual e ficha a acompanhar, vindos do blogue Carruagem 23.

O autor, o professor Vítor Oliveira, autorizou que o seu comentário viesse para a “primeira página” do Bem-Vindo ao Paraíso, pelo que abaixo segue o dito cujo.

Muito obrigada, Stor Vítor! 

E nós, meus caros alunos, vamos resolver a atividade.

IA

FICHA DE COMPREENSÃO DO ORAL

GRUPO I ____________________________________________

A
Vai assistir a um registo audiovisual, composto por várias componentes e diferentes tipos de texto.

Selecione a alínea que melhor completa a frase de cada item. Depois, registe todas as opções na folha de prova com o número e a alínea devidos.

1. O documento apresentado obedece à sequência visual
(A) assinatura / fotografia / múltiplas pinturas / capa de livro / vídeo / imagem de fecho
(B) assinatura / pinturas / fotografia / novas pinturas / capa de livro / vídeo / imagem de fecho
(C) capa de livro / pinturas / fotografia / novas pinturas / vídeo / imagem de fecho / assinatura
(D) imagem de abertura / assinatura / pinturas / fotografias / capa de livro / vídeo

2. O assunto do documento é especificamente centrado
(A) na poesia de Pessoa ortónimo.
(B) na heteronímia pessoana.
(C) num discípulo pessoano.
(D) no mestre da heteronímia pessoana.

3. Segundo a voz locutora do documento audiovisual,
(A) o mestre pessoano é um pastor.
(B) há identidade entre o mestre pessoano e os pastores.
(C) o mestre pessoano assume-se no exercício da profissão de um pastor.
(D) há uma comparação da alma do mestre pessoano com a de um pastor.

4. Pelo exposto no documento, para o mestre pessoano, o pensamento é equivalente
(A) a estar doente dos olhos.
(B) a andar à chuva.
(C) ao uso errado dos sentidos.
(D) ao uso dos sentidos.

5. As pinturas reproduzidas no documento
(A) evocam ambientes urbanos de evidente progresso civilizacional.
(B) retratam exclusivamente espaços campestres, de ambiência bucólica.
(C) representam dominantemente espaços relacionados com a natureza.
(D) dão conta de que como Caeiro foi um verdadeiro e natural pastor.

6. A coloquialidade e o verso livre são consequências de um estilo que o mestre pessoano
(A) assume pelo contacto puro e verdadeiro com as coisas.
(B) recusa por causa do olhar lúcido não contaminado pela metafísica.
(C) adota, na negação de que a escrita seja semelhante à fala.
(D) propõe, na sequência do exercício do próprio pensamento.

7. O poema declamado no documento evidencia o recurso aos sentidos
(A) gustativo, olfativo.
(B) auditivo, olfativo.
(C) gustativo, visual.
(D) visual, auditivo.

8. Os termos que melhor caracterizam o mestre pessoano são
(A) recusa do pensamento, contaminação da metafísica, complexidade filosófica.
(B) originalidade, Natureza, sensacionismo e aparente simplicidade.
(C) pureza, coloquialidade, escrita artificial, estilo coordenativo.
(D) mestria, realidade, pastorícia, Natureza e preocupação metafísica.

B
Indique os títulos de obras / poemas do mestre pessoano apresentados no registo escutado / visionado.
i) “Pastor numa pastagem”
ii) “Pastagem de verão”
iii) “Veleiros no mar, noite”
iv) “Guardando o rebanho”
v) “O Guardador de Rebanhos”
vi) “O pastor amoroso”
vii) “Poemas Inconjuntos”
viii) “A ceifa”
ix) “Poemas de Alberto Caeiro”
x) “Se eu pudesse trincar a terra toda e sentir o paladar”

……………………………………………………………………………………………

Anúncios

Publicado por

isauraafonseca

Professora do Ensino Secundário - Português

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s